A Fúria dos Reis – George R. R. Martin (Resenha)

No post de hoje vamos dar continuídade as resenhas elaboradas pela nossa camarada Karol, do blog Literatura Pop, para uma das mais importantes séries de fantásia da atualidade – As Crônicas de Fogo e Gelo, de George R. R. Martin. Segue a resenha para vocês conferirem:

23795886_4Tem muito livro por aí em que o título que foge totalmente do tema do livro. Esse não é o caso de A Fúria dos Reis, segundo livro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, do George R. R. Martin. Pelo contrário. Eu jamais imaginaria nome melhor para o livro pois ele retrata exatamente a tal fúria dos, agora quatro, reis de Westeros.
Nessa segunda parte, começamos a história de um ponto bem próximo ao final da última: o reino está tão dividido quanto a família Stark: Joffrey é Rei em Porto Real, Robb é o Rei do Norte, Renly é Rei – autoproclamado – em Jardim de Cima e Stannis é Rei em Pedra do Dragão – ah, e Daenerys é Rainha nas Terras Livres, mas ninguém sabe disso ainda. O problema é que nenhum deles está satisfeito em ficar com o seu rincão de terra e partem um pra cima do outro pelo domínio dos sete reinos.
Já a família Stark, como eu informei ali em cima, está tão dividida quanto o reino: Arya está perdida com os homens da Patrulha da Noite, Jon está na sede da Patrulha da Norte, Robb em Correrrio com Catelyn, Sansa em Porto Real com Joffrey  e Cersei e, por fim, Bran e Rickon continuam em Winterfell, o primeiro governando o lugar, no alto de seus 8 anos de idade.
A Fúria dos Reis continua sendo um livro tão complicado quanto o primeiro: temos pelo menos oito pontos de vista dos acontecimentos, o que faz com que fiquemos tensos e absurdamente curiosos a cada final de capítulo. É uma sensação diferente, de não saber pra quem torcer, até para os Lannister eu torci – por causa do Tyrion, que fique bem claro. George Martin consegue jogar com as emoções de seus leitores com tanta habilidade quanto joga com a guerra entre seus reis, e isso é um baita elogio.
furia-dos-reis-noticia-2
A evolução dos personagens, que do meu ponto de vista, seria algo previsível, sofre inúmeras reviravoltas, temos cada vez mais traições, trapaças, espionagem, bebedeiras, noitadas, orgias e todo o tipo de coisas que já tínhamos no primeiro livro, mas nesse há mais. Há situações em que ficamos com o coração na mão e, mais uma vez, perdemos personagens queridos no caminho. Já avisei uma vez e aviso novamente: não se apeguem muito a ninguém. Nós simplesmente não temos como adivinhar quem estará vivo no próximo capítulo.
Quanto aos personagens, continuam maravilhosamente reais. Tyrion Lannister ainda é o melhor personagem de toda a série, mas eu gostaria de dar um destaque ao crescimento das duas meninas Stark, Arya e Sansa. A primeira em sua luta para sobreviver em um ambiente totalmente masculino, batalhando para voltar para casa e Sansa, totalmente desiludida com Joffrey, tendo que atuar no nível de uma atriz de Oscar para não ser espancada a cada segundo que se coloca na presença do reizinho mimado.
Quanto ao enredo, A Fúria dos Reis é um livro de meio, logo, sai do nada para chegar em lugar nenhum. Infelizmente, dá uma bela sensação de enrolação ter que aguentar todas aquelas passagens de Daenerys no deserto ou de Jon na neve ou de Caitelyn em todo canto e isso perturba um pouco. Mas, mesmo com essa baita enrolação, a história se sustenta bem e prende o leitor do início ao fim. Sinceramente, fico imaginando o quanto George Martin vai enrolar nos próximos cinco livros pois imagino que seja IMPOSSÍVEL arrumar tanta carnificina para narrar até definir a situação do reino, mas até aí, né.. O autor premiado é ele e não eu… hehehe
Para terminar, recomendo muito a leitura desse e do primeiro volume. A série pode ser meio enrolada e demorada, mas é bem escrita e leva a fantasia a um nível que, até então, eu não tinha alcançado em nenhum outro livro do gênero: são histórias adultas, imprevisíveis e reais – até o ponto em que uma série de fantasia pode ser real.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s