Sobre Adaptações e O Hobbit

No post de hoje o Murlocks – Blog & Comics irá apresentar a resenha da nossa parceira Karol (blog Literatura Pop) para o filme THE HOBBIT: AN UNEXPECTED JOURNEY. Segue o texto para vocês conferirem:

Hobbit031001Eu fui assistir O Hobbit da melhor maneira possível: no IMAX e em 3D. E a primeira dica que dou é essa: se você tiver alguma chance de assistir no IMAX, vá. Você não vai se arrepender.

O 3D do filme também é perfeito. As coisas voam na nossa direção e olhar a Terra Média com toda aquela profundidade que o 3D proporciona é de encher os olhos.
 O filme é simplesmente lindo, é grandioso, é Tolkien!
 E foi feito para os fãs. Digo isso porque fui com um amigo que não leu o livro ainda e o coitado ficou perdido em algumas partes: “Mas, porque o Bilbo??” e “O que faz a Galadriel aí”?
 O que ocorre é que para encher linguiça e conseguir fazer três filmes, Peter Jackson foi muito além do que ocorre em O Hobbit. Ele foi buscar histórias contidas apenas nos apêndices de O Senhor dos Anéis para contextualizar a história de forma a deixá-la realmente como um prelúdio da Guerra do Anel. Dessa forma, saímos do ponto de vista único do Bilbo, que nos é retratado no livro, e mergulhamos nos intrincados acontecimentos que, juntos, culminaram nas alianças formadas contra Sauron, na restauração do poder dos anões e, ainda, na passagem de Saruman para o lado negro da força.
 É difícil evitar spoilers, pois sem eles fica difícil dar uma análise do ponto de vista de quem já leu o livro, mas vou tentar com força.
Para começar, vamos falar do Bilbo. Eu tinha um pé atrás com o Martin Freeman simplesmente por olhar para ele e ver o Arthur Dent, d’O Guia do Mochileiro das Galáxias. Foi uma apreensão totalmente sem sentido, pois Freeman nasceu para ser Bilbo Bolseiro. Ele tem um olhar bondoso e parece guardar um coração enorme dentro de si, eu totalmente o vi como Bilbo e o cara fez um trabalho fenomenal.
Bilbo-Bolseiro-e-os-Anões-615x410
Quanto aos anões, são tantos que a gente se perde fácil. Os mais marcantes são Thorin, Balin, Fili, Kili e Bombur. Dos outros eu simplesmente não consigo lembrar, ou melhor, lembro que tinha um anão compridão, um com três trancinhas na barba, um que ficou de guarda na noite do ataque Orc, mas não consigo recordar seus nomes. Mas, convenhamos: são 13 (treze!!!!) tem que prestar muita atenção para conseguir guardar os nomes e relacioná-los aos rostos.
Falando dos que lembro: Thorin estava perfeito. Diferente do que imaginei, 53-Empire-Thorin-coverpois ele é surpreendentemente jovem. A gente leva um susto pois estamos acostumados com Gimli e Thorin é diferente. Ele não é atarracado, é estranhamente desenvolto, luta muito bem com uma espada na mão e jamais servirá de alívio cômico. Relacionei bastante o Thorin, nesta adaptação, ao Aragorn, em O Senhor dos Anéis: ele é o Rei sem Reino, é o líder nato, é aquele em quem os mais fortes miram suas armas. Thorin é nobre e o ator escalado para interpretá-lo, Richard Armitage, dá a ele essa nobreza – isso sem falar que o cara está praticamente irreconhecível. Maquiagem nota 10.
Os outros anões são borrões. Posso dizer que Balin ficou marcado por sua sabedoria, mas o que sempre fará ele inesquecível para mim será uma inscrição talhada em uma rocha, sobre um túmulo, dentro de uma motanha: “Aqui jaz Balin, filho de Fundin, Senhor de Moria“. Como se esquecer desse nome depois de ouvir Gandalf ler isso há tantos anos? É de arrepiar. Fili e Kili ficaram marcados por serem novinhos – e o Kili é altamente piriguetável. Meninas, acreditem, há um anão bonito no bando – e na falta de um Legolas, a gente se contenta com o que tem. Juro que fiquei chocada. Bombur é extremamente gordo e lembrei agora do Dwalin – apenas por este ser o primeiro a invadir a Toca de Bilbo – que é o anão com cara de mau.
kinopoisk.ru
Enfim, todos estão perfeitos. Podem não condizer com o que tinha em minha imaginação, mas para ser sincera, para mim todos os anões eram variações do Gimli. É interessante como Peter Jackson consegue torná-los tão diferentes uns dos outros e, ainda assim, facilmente identificáveis como anões.
cena-de-o-hobbit-com-o-personagem-gollum-1344973602702_300x300Outro que está ótimo também é o nosso “doce” Smeagol. Gollum tem pouco tempo de tela mas, nesses minutos, ele a monopoliza. É de arrepiar. A evolução da tecnologia o tornou ainda mais real e no IMAX consegui ver – e quase contar – os poros em seu rosto. É realmente surreal.
Por fim, quanto à história, não temos com o que nos preocupar, afinal, é Tolkien. Como comentei, há muito no filme que não está no livro, mas poucas coisas são efetivamente inventadas pelos roteiristas. Jackson, como um bom fã, conseguiu inserir o contexto de SdA dentro de O Hobbit e o resultado é fantástico. São 2h30 de filme, mas eu nem vi o tempo passar. Assim que a sessão terminou quis ver tudo de novo e mal espero para que saia em DVD. Em meio a tantas adaptações mal feitas, saber que há um Peter Jackson no mundo e que esse cara está dirigindo a adaptação de uma das minhas histórias mais queridas me traz um pouco mais de fé que há um futuro para a humanidade, mesmo com o iminente fim do mundo (heh).
Filme mais que recomendado, essencial. Se você gosta de Literatura Fantástica e, como eu, tem fascinação pelo mundo que o Mestre Tolkien criou, tenho a sensação de que não irá se arrepender. Pelo contrário. Sairá do cinema na maior ansiedade, mal esperando para ver o próximo.
Anúncios

Uma resposta para “Sobre Adaptações e O Hobbit

  1. Eu fui ver o filme e gostei da história assim como do 3D… mas é um filme cansativo e sem necessidade, embora a gente entende porque quando fica sabendo que é uma trilogia…e baseada num livro de 350 páginas. E que eram pra ser dois filmes que acabaram virando três, ou seja, na hora de editar o que era pra ser cortado e enxugado, foi deixado. .

    uns 40 min menos dentro do cinema e eu teria achado o filme maravilhoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s