O Capitão América existe ?

No post de hoje o Geo Doc e o Murlocks – Blog & Comics irão analisar os poderes do Capitão América. Para isso iremos traçar um parelelo entre o quadrinho e os experimentos militares que realmente visavam criar supersoldados. Mesmo esse tipo de informação não sendo algo que chegue facilmente ao conhecimento público – ou quando chega sofre algum tipo de distorção -, faremos o possível para manter nossa análise o mais plausível possível.

Experimentos que buscam criar supersoldados não são fantasia, realmente eles existiram e ainda provavelmente existam. Durante a Segunda Guerra Mundial tanto os alemães quanto as tropas aliadas faziam uso desses experimentos, na tentativa de aprimorar ainda mais seus soldados e obter uma vantagem tática sobre o inimigo.

Os poderes de super-humano do Capitão América, como todos nós sabemos, vêm de um experimento desenvolvido pelo exército americano durante a Segunda Guerra, mais precisamente pela ingestão de um soro especial que ampliaria as habilidades e o poder físico do indivíduo que o ingerisse. Mas pelo visto ele não foi o único a participar de algum tipo de experiência. Durante esse período da história, a marinha norte americana pretendia aperfeiçoar seus soldados implantando neles uma espécie de visão noturna, que os ajudaria a enxergar raios infravermelhos. Os cientistas da época sabiam que vitamina “A” melhorava a recepção de imagem nos olhos e, então procuraram desenvolver uma vitamina alternativa para que seus soldados tivessem visão noturna. Dessa maneira, passaram a alimentar os voluntários com suplementos à base de fígado de peixe – depois de vários meses, a visão dessas pessoas começou a se modificar e alguns realmente conseguiram captar sinais infravermelhos. Entretanto logo depois da realização desses testes, foram desenvolvidos os primeiros óculos de visão noturna tornando essa deliciosa dieta à base de fígado de peixe obsoleta (muitos soldados ficaram tristes por ter de abandonar esse rango delicioso).

Dessa maneira, ao aproximarmos esse tal “soro” utilizado pelo Capitão America durante sua participação no projeto “supersoldado” de nossa realidade, poderemos compará-lo com os esteroides e anabolizantes  (substâncias bastantes comuns nos dias de hoje, que podem ser encontradas praticamente em qualquer lugar). Dessa maneira, experimentos como o realizado com o Capitão América podem estar mais perto da realidade do que da ficção. Pois a realização de experiências que aumentem a força e a habilidade física do indivíduo soam bem mais plausíveis do que a utlização de radiação em pessoas. Quem sabe não existam alguns Capitães América nas unidades de elite mais obscuras atuando nesse exato momento em algum lugar do mundo???

Anúncios

Uma resposta para “O Capitão América existe ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s